1 de jan de 2013

sex pistol


Se eu pudesse escolher, queria você, todinho assim
Lindinho pra mim.
Na curva da estrada meu braço no seu abraço
eu já cai totalmente no seu papo

Você me amando por todas as estradas menos a de Santos
Fazendo amor e me fazendo feliz
Descobrindo seus encantos
Brincando de ser sua e ter seu pinto só pra mim

Você me chupa e eu suada seguro o quadril
Só pra você me mostrar o quanto é viril
Sua mão na minha bunda
sua língua molhando minha nuca
nunca diga nunca

A gente se olha pelo retrovisor
Embaçado do nosso desembaraço
Você diria: Que barato
Um último beijo, te deixo a pé e roubo seu carro